Abertura de novas vagas garantiu continuidade do Fies

Arquivado em: Educação,Geral |

Imagem: Divulgação

A criação de mais 75 mil bolsas do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), no segundo semestre de 2016, garantiu a continuidade do programa. À época da assinatura da autorização do investimento extra, o ministro da Educação, Mendonça Filho, lembrou que “do corte de cerca de R$ 6,2 bilhões que foi praticado pela gestão anterior, o presidente tinha tomado a decisão de repor algo em torno de R$ 4,7 bilhões, o que permitiu a oferta dessas 75 mil vagas”, afirmou.
As novas vagas representaram um aumento de mais de 50% dos contratos firmados no 1º semestre de 2016. Na gestão anterior, não havia previsão orçamentária para novos contratos no 2º semestre deste ano.
O investimento do Ministério da Educação (MEC), destinado a novos contratos no segundo semestre de 2016, somou um total de R$ R$ 450 milhões. A disponibilização das vagas só foi possível por conta da readequação orçamentária da pasta.
A educação é prioridade para o governo, [essas novas vagas] vêm a revelar a importância que nós damos à educação”, ressaltou o presidente durante a assinatura. “Há um fato adicional que eu quero aqui acrescentar: é mostrar que o governo não para. O governo age permanentemente. Nesse pouco tempo, nesses poucos dias que temos de governo, já produzimos os mais variados eventos”, lembrou o presidente Michel Temer, na cerimônia de assinatura da autorização da criação das novas vagas.
Para o primeiro semestre de 2017, o governo ofertou mais 150 mil vagas dentro do Fundo.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério da Educação e do Portal Planalto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *