Adutora irá beneficiar cerca de 4 mil pessoas no semiárido piauiense

Arquivado em: Geral,Piauí |

Imagem Ilustrativa

Cerca de 4 mil pessoas que sofrem com a estiagem prolongada no Piauí serão beneficiadas pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) com a construção de um sistema adutor em Dirceu Arcoverde, no Sudoeste do estado.
A obra vai atender a população da zona urbana do município e está sendo viabilizada por meio de termo de compromisso firmado entre a Companhia e a Prefeitura Municipal. O investimento é da ordem de R$ 2,5 milhões no âmbito do Programa de Aceleração do Crescimento – PAC Prevenção.
O sistema adutor consiste em captação, tratamento e adução de água tratada até a reservação. Serão construídos 10 km de adutora em tubo PVC. “O sistema é para o abastecimento e consumo humano da população urbana do município”, explica o tecnólogo em saneamento,Washington Costa, da Gerência Regional de Desenvolvimento da Codevasf no Piauí.
“Num momento como o que estamos atravessando, de seca prolongada, garantir o suprimento de água para a população que vive em regiões atingidas se torna prioridade do Governo Federal”, destaca o superintendente regional da Codevasf no Piauí, Fábio Miranda. O prazo previsto para a implantação total do sistema é de um ano.
O Piauí, assim como os demais estados do Nordeste, vem atravessando uma prolongada seca desde o ano de 2011, traduzida por índices pluviométricos muito abaixo da média histórica pelo quinto ano consecutivo, o que tem comprometido a recarga dos mananciais hídricos, em especial aquelas que dependem de águas armazenadas nos reservatórios.
Monitor de Secas da ANA
De acordo com o balanço mais recente do Monitor de Secas da Agência Nacional de Águas (ANA), foram verificadas algumas mudanças nos índices pluviométricos em relação ao mês anterior (fevereiro), em especial nas regiões norte e sul deste estado. Na parte norte, em virtude das precipitações observadas no período, os indicadores mostram uma redução nas categorias de seca moderada e seca grave para seca fraca e seca moderada, respectivamente. Já na parte sul do PI, as chuvas do período contribuíram para o surgimento de uma área de seca fraca. Nas demais áreas do estado, em especial na parte central, os indicadores de curto e longo prazo mostram que não há alterações no quadro da seca observada até o mês de anterior, permanecendo, inclusive, com áreas de seca extrema e seca excepcional.

Fonte: Ascom Codevasf

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *