Brasileiro conquista ouro inédito na esgrima

Arquivado em: Esportes,Geral |
Fonte:Felipe Barra

Fonte:Felipe Barra

O esgrimista Renzo Agresta conquistou uma medalha inédita para o Brasil nos Jogos Mundiais Militares nesta terça-feira (06), na Coreia do Sul. Terceiro sargento do Exército, Renzo garantiu o ouro no sabre. “Estou bem feliz. Foi um dos melhores resultados da minha carreira, senão o melhor. Fico feliz em poder ajudar o Exército e também o meu esporte a conseguir essa medalha. A gente merece, por toda a nossa história”, disse o esgrimista. O esportista faz parte do programa Bolsa Pódio do Ministério do Esporte.

Foi a primeira competição internacional de Agresta na temporada 2015/2016. “Joguei bem, ganhei de toda a equipe da Alemanha e, na final, ganhei de um italiano (Giovanni Repetti) por 15 a 4”, afirmou.

O brasileiro não terá muito tempo para comemorar. Ele viaja nesta quarta-feira (7) para a Geórgia, onde disputará, a partir da sexta-feira (9), a Copa do Mundo de Tbilisi. A disputa marca o reinício da corrida pelos pontos do ranking olímpico, que vai até abril de 2016.

O ouro em Mungyeong é motivação para o evento na Geórgia, que reunirá 159 atletas de 31 países. “Começar uma temporada com o ouro nos Jogos Mundiais Militares é começar com o pé direito. Vou para a Geórgia com toda a garra possível para recomeçar essa briga pela classificação olímpica. Meu objetivo continua o mesmo: somar o maior número de pontos que eu puder. Vou manter a preocupação com os pontos que eu faço, mas também com os dos meus adversários diretos no ranking olímpico.”

O esgrimista terminou a temporada 2014/2015 com resultados muito relevantes. Conquistou a medalha de bronze nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, em julho, e no mesmo mês alcançou sua melhor campanha em Campeonatos Mundiais – no torneio disputado em Moscou, foi o 16º colocado. O bom resultado na Rússia garantiu a Renzo muitos pontos no ranking mundial, que determinará os classificados para a Olimpíada do Rio, em 2016.

Atualmente, Renzo ocupa a 18ª posição do ranking mundial, mas é o 14º do mundo no ranking olímpico. E são justamente 14 as vagas diretas para os Jogos do Rio.

Fonte: Ministério do Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *