Famílias piauienses se desligam voluntariamente do PBF

Arquivado em: Geral,Piauí |
Foto:Divulgação

Foto:Divulgação

O Programa Bolsa Família (PBF) é um programa federal de transferência direta de renda que beneficia famílias em situação de pobreza e de extrema pobreza em todo o país que completa esse ano 10 anos de existência. Só no Piauí são 448.846 famílias beneficiadas, o que representa mais de R$76 milhões circulando, mensalmente, na economia piauiense pelas mãos dos mais pobres.

Nesses 10 anos de PBF foram realizados também vários desligamentos, onde a família se dirige voluntariamente ao Centro de Referência da Assistência Social (Cras) do seu município, e por ter superado a pobreza e extrema pobreza solicita o cancelamento do benefício. Fazendo esta ação, a família poderá voltar a receber o benefício caso a renda sofra diminuição por um período de até 3 anos.

De acordo com o coordenador do Cadastro Único da Assistência Social do Piauí, Roberto Oliveira, foram realizados, através da Secretaria da Assistência Social e Cidadania (Sasc), nos últimos três anos, seminários e capacitações de técnicos para averiguação do cadastro das famílias. “Nós incentivamos sempre os municípios a realizarem ações como estas, pois nesses seminários cada município aprende os procedimentos e meios de averiguação cadastral e abordagem a beneficiários que estão fora do perfil a fim de que os mesmos possam sair do programas e dar espaço para novas famílias que se encaixem dentro do perfil.”, destacou.

Para o secretário da Sasc, Francisco Guedes, esses desligamentos voluntários são fundamentais, pois mostram a honestidade das pessoas. “A grande maioria das famílias beneficiadas, no momento em que melhoram de renda, entregam voluntariamente o cartão do Bolsa Família, na Secretaria e  abre oportunidade para outras pessoas.”, revelou.

No Piauí, nesses 10 anos, mais de 40.000 mil famílias pediram o desligamento voluntário do programa.

Da CCOM, com informações de Ascom Sasc

Deixe uma resposta