Herbário Delta do Parnaíba é o 1º do Piauí a ser fiel depositário de componentes do patrimônio genético credenciado no CGEN

Arquivado em: Geral,Local |
Foto: HDELTA

Foto: HDELTA

O Herbário Delta do Parnaíba (HDELTA), do Campus Ministro Petrônio Portella da UFPI em Parnaíba, passa a ser o primeiro herbário do Piauí autorizado a salvaguardar componentes do patrimônio genético, credenciado no Conselho de Gestão do Patrimônio Genético (CGEN). Em todo o Brasil, existem 105 instituições com este tipo de credenciamento, segundo o Ministério do Meio Ambiente.
A deliberação do CGEN credenciando o Herbário Delta do Parnaíba como fiel depositário de amostras de componentes do patrimônio genético foi publicada no Diário Oficial da União de 17 de novembro de 2015. A UFPI acaba de receber a informação sobre o credenciamento.
Composição das amostras
As amostras correspondem a ramos de plantas, contendo folhas e frutos ou flores. Os ramos são prensados, em seguida desidratados em estufa e fixados em uma cartolina de dimensão padrão, que traz informações sobre o vegetal, como o nome científico, local e período da coleta.
O Herbário HDELTA conta com um acervo de aproximadamente quatro mil amostras. O material é utilizado para pesquisa de empresas das áreas da bioquímica, farmácia e fitoterápicos; de alunos de graduação, mestrado e doutorado; além de pesquisadores e docentes principalmente das áreas de botânica, bioquímica, biotecnologia e farmácia.
Credenciamento traz maior visibilidade ao Herbário
De acordo com a curadora Ivanilza Moreira de Andrade e a bióloga responsável pela coleção, Irlaine Rodrigues Vieira, o credenciamento torna o herbário ajustado à Convenção da Diversidade Biológica e dá à coleção maior visibilidade no cenário nacional e internacional. Também reflete o trabalho realizado pela equipe do HDELTA nestes sete anos de existência em coleta, herborização e conservação da diversidade vegetal do país.
Entre as famílias botânicas, destacam-se as de interesse econômico: Gramíneas (Cyperaceae e Poaceae), leguminosas forrageiras (Fabaceae), espécies silvestres, medicinais; ornamentais; especialmente da Região do Delta do Rio Parnaíba, relevantes para a condução de ações de conservação e uso racional das espécies neste espaço de importante interesse ambiental.
Os dados do acervo estão inseridos no sistema speciesLink, o qual permite consultas públicas e elucida os dados de forma geo-referenciada, que podem ser acessadas site http://www.splink.org.br/index?lang=pt.

Fonte: UFPI

Deixe uma resposta