Manutenção da Ponte do Carneiro não pertence à Prefeitura de Luís Correia.

Arquivado em: Geral,Local |

Ponte do Carneiro – Reprodução vídeo YouTube.

A ponte do povoado Carneiro volta a ganhar destaque na mídia litorânea mais uma vez por deixar de oferecer as devidas condições de tráfego veicular numa das rotas alternativas entre os estados do Piauí e Ceará.
Autoridades do poder judiciário e do legislativo de Luís Correia estiveram, nessa quarta-feira (15/06), na Baixa do Carpino, participando com os moradores de uma reunião voltada a um possível mutirão para recuperar a ponte comprometida.
Ressalta-se que a construção e a reforma dessa ponte não pertencem à prefeitura de Luís Correia. Tais atribuições são de responsabilidade do poder público cearense. A iniciativa conta com o apoio de algumas das principais autoridades locais e de alguns empresários. 
Entendendo o caso
De acordo com informações, o poder público cearense concedeu um expressivo montante financeiro para a construção da obra na passagem molhada, região que interliga os povoados do Carneiro/CE (Chaval) e Carneiro/PI (Luis Correia). A edificação foi iniciada em 2014 e finalizada em 2015.
A passagem localizada na BR-402, no Km 96, foi considerada rota alternativa desde a interdição da Ponte do Retiro, BR 402, km 99, pela Polícia Rodoviária Federal, ocorrida no dia 19 de abril de 2017 e posteriormente no dia 09 de maio. Na ocasião a PRF esclareceu que os estragos físicos percebidos na ponte comprometiam a segurança dos veículos e de seus ocupantes que por ali trafegavam.

Ponte do Carneiro – Foto; Portal do Catita.

“O secretário e o Diretor de Obras do Município (Chaval), juntamente com uma equipe da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Rural estiveram na localidade do Carneiro verificando a situação da passagem molhada. Segundo a postagem do Secretário, foram tiradas fotos e feitos vídeos, que serão enviadas junto com o relatório do engenheiro da prefeitura para Fortaleza, para pedir ao DER as devidas providências. Deverá ser avaliada a qualidade da execução dessa obra para ver possíveis falhas dos cálculos e/ou da execução pela construtora.
Nós vamos ser insistentes junto ao DER para que uma equipe venha urgentemente para avaliar a situação e tomar as devidas providências, garantiu o secretário. A página da Prefeitura informou que a equipe técnica da secretaria de desenvolvimento urbano e rural avaliou e constatou que obra feita no ano de 2015, foi executada em desconformidade com as normas técnicas da ABNT, NBR e DER”.
Esclarecimentos expostos ao Blog Chavalzada.com em 06 de abril de 2017 sobre a passagem  molhada na região do Carneiro.

Por: Roderico Júnior, do Portal Luís Correia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *