Norte e Nordeste acompanham eclipse parcial do Sol na manhã de domingo

Arquivado em: Geral,Mundo |

eclipse_hibrido_20131101-115748

Na manhã deste domingo (3) a Lua encobrirá parcialmente o Sol, mas só as regiões Norte e Nordeste do Brasil acompanham o fenômeno.

Às 8 horas e 4 minutos, horário de Brasília, começa o eclipse, que atinge seu máximo às 10 horas e 47 minutos. No Brasil, os moradores do Amazonas, Roraima, Pará, Amapá, Tocantins, Maranhão, Piauí, Ceará, Bahia, Sergipe, Alagoas, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, nordeste de Goiás e norte de Minas Gerais verão o eclipse. No centro-sul do país, não será possível ver o eclipse.

O eclipse é mais rápido na região Norte, em Manaus-AM ele começa às 6 horas e 46 minutos e terminas às 7 horas e 52 minutos, horário local. Em outras cidades ele deve durar mais, como em Maceió-AL, onde o início será às 7 horas e 59 minutos e o final será às 10 horas e 7 minutos.

Evite olhar diretamente para o Sol, tente fazer projeções com lunetas para não afetar os olhos.

eclipse-brasil

Eclipse

Este é um eclipse híbrido porque apesar de todo o Sol ficar encoberto pela Lua, em algumas localidades ele será visto como um eclipse do tipo anular, quando o diâmetro Lua parece insuficiente para cobrir toda a estrela — isso porque a curvatura da Terra faz com que em alguns lugares a Lua pareça menor. Os eclipses híbridos representam apenas 4,8% do total.

O eclipse só será visto parcialmente no Brasil, por causa da posição da América do Sul em relação a Terra. No extremo do Rio Grande do Norte e do Amapá o fenômeno será mais intenso e a Lua cobrirá cerca de 40% do disco solar. O valor cai para 30% em Pernambuco, no Piauí, no Maranhão e no Pará. Já nas áreas de Minas e Goiás, que verão o eclipse, apenas 15% do disco solar será encoberto.

Um eclipse Solar ocorre sempre que a Lua se posiciona entre a Terra e o Sol. Se durante o fenômeno o satélite natural do nosso Planeta encobrir completamente o Sol, é chamado de eclipse total. Caso contrário, eclipse parcial. (Com Jornal do Tempo).

UOL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *