Parada da Diversidade reúne mais de 100 mil pessoas na Ponte Estaiada

Arquivado em: Geral,Piauí |

Ascom Secult

A 16ª Parada da Diversidade reuniu uma multidão no estacionamento da Ponte Estaiada, nesse domingo (03). Segundo a Polícia Militar, o evento recebeu mais de 100 mil pessoas nos shows de Karol Conka e Liniker e os Caramelows. O palco também recebeu o DJ Marcio Brytho, Nanda Machado e Chandelly Kidman.
O evento começou com uma concentração em frente ao Parque Potycabana e benção com representantes de religiões de matrizes africanas. Os homenageados desse ano foram o médico Antônio de Noronha e Francisco das Chagas Júnior, idealizador do coletivo Salve Rainha.
“Nós idealizamos esse evento para ser uma festa bonita, estamos aqui para lutar por direitos iguais, nem mais e nem menos, somente direitos iguais”, afirma a coordenadora do grupo Matizes, realizadora do evento, Marinalva Santana.
A banda Liniker e os Caramelows, que tem como vocalista a paulista Liniker, fez um show com as músicas autorais mais conhecidas pelo grande público. Em setembro de 2016, a banda lançou o álbum de estreia, intitulado Remonta, gravado com ajuda dos fãs por meio do financiamento coletivo no Catarse.
A curitibana Karol Conka encerrou o evento com o grande sucesso “Tombei” agradecendo o público e pedindo respeito tanto à comunidade LGBT como também às mulheres. A rapper lembrou os recentes episódios de assédio em ônibus coletivos de São Paulo e disse que o feminismo se faz cada vez mais necessário.
A 16ª Parada da Diversidade é uma realização do grupo Matizes e tem o apoio do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Cultura (Secult).

Fonte: Ascom Secult