Portal Luís Correia – Governador discute retomada das obras do porto de Luís Correia

Arquivado em: Geral,Local |
gov porto lc
O governador Wellington Dias se reuniu na manhã desta quarta-feira (15) com o Secretário de Infraestrutura Portuária do Ministério dos Transportes e Portos, Daniel Maciel de Meneses Silva; e o secretário dos Transportes do Piauí, Guilhermano Pires; na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, onde foram discutidas a retomada das obras do porto de Luís Correia.
Na reunião, Wellington Dias acordou que na primeira semana de abril a equipe do Governo do Piauí e a equipe do Ministério dos Transportes e dos Portos e Aviação Civil se reunirão para analisar o projeto de funcionalidade do porto. No encontro, também ficou acordado a emissão de boletos para que o Estado do Piauí possa fazer o pagamento de um valor que foi pactuado entre o Governo do Estado, Ministério dos Portos e também Tribunal de Contas da União, que venha garantir condições para a retomada das obras.
Para o governador, é de grande importância a funcionalidade total do porto. “Nosso objetivo é garantir as obras para dar funcionalidade como um porto pesqueiro, um porto turístico mesmo de pequeno porte, mas servindo essa região. Ali nós já temos investimentos que foram feitos 30 anos atrás da ordem de R$ 400 milhões de reais. Quando governador anteriormente, iniciamos esse processo e, ao assumir novamente o mandato, nós cuidamos de resolver algumas pendências que existiam”, disse o governador.
Wellington Dias ressaltou ainda a importância do porto para o desenvolvimento da economia e turismo no Estado. “Queremos garantir a funcionalidade do porto para dar condições de acesso para turistas e transporte de carga. Aquilo que compramos, de combustível e produtos, nós também temos condições de vender, seja para outros estados e também outros países. Aqui colocamos hoje o porto como uma prioridade e, finalmente, posso dizer que encontramos uma solução para isso”, declarou.

Fonte: Marina Ribeiro – CCOM, com informações de Doroty Amaral

Deixe uma resposta