Sem credibilidade, amadorismo midiático escandaliza imagem de jovem sem conseguir o tão cobrado patrocínio.

Arquivado em: Geral,Local |

Imagem ilustrativa

Já pensou se boa parte dos jovens do município resolvesse participar de concursos particulares contando com a verba pública da prefeitura municipal? Já pensou se o prefeito tivesse que arcar com as despesas de todos que assim procedessem? E os que noticiaram, não quiseram financiar a causa ou não tiveram moral para conseguir a verba?
Diferente do que foi publicado por um ideário “midiático” amador, a prefeitura não se obriga investir dinheiro público em iniciativas particulares, de cunho individual, em eventos promovidos por empresas privadas. Cabe a prefeitura fazer acontecer melhorias nas áreas de sua obrigação, ou seja: Saúde, Educação, Desenvolvimento Urbano, Social; e outros aspectos voltados à população como um todo, por meio lícitos e institucionais.
Patrocínios para tais finalidades devem ser solicitados a priori para empresas que compõem a indústria e o comércio da localidade, de forma documentada, seguindo exemplo daqueles concorrentes que participam das disputas nacionais, sendo eles financiados por grandes marcas e empresários. Para que isso ocorra, a organização geralmente procura orientar os participantes sobre posturas e procedimentos em prol da obtenção da verba junto aos patrocinadores. Pois prezam a integridade, o nome, a marca e a credibilidade de suas empresas. Mas uma coisa é certa: escândalos midiáticos são intolerados. Pois pelejam contra a imagem do evento e principalmente contra as finalidades do candidato envolvido.
Ao contrário disso, existem ideários que não medem consequências para escandalizar seus opositores políticos. São capazes de macular a imagem de uma jovem ao ponto de interromper seu sonho quando estes incitam escândalos na pseudo mídia politiqueira. Em nenhum momento eles pensaram no benefício em questão, tanto que não conseguiram patrocínio capaz de sanar o problema. A verdade é que quanto pior ficar a situação da envolvida, muito melhor ficará para ser “noticiado”. É esse o verdadeiro interesse do lado mal. Isso é obvio!  Derrotas, fracassos e perseguições são tudo que o tal ideário têm a oferecer.

Por: Roderico Júnior, do Portal Luís Correia.