St. Pierre sofre, vence Hendricks e anuncia ‘aposentadoria’ no UFC 167

Arquivado em: Esportes,Geral |

gsp_hendricks640-445x250

Foi no sufoco, mas o canadense Georges St. Pierre manteve o cinturão dos meio-médios diante de um valente Johny Hendricks. Em uma contestada decisão dividida dos juízes, GSP emplacou sua nona defesa de título. O combate foi a atração principal do UFC 167, evento que comemorou o 20º aniversário do Ultimate e foi realizado na noite deste sábado (16), em Las Vegas, nos Estados Unidos.

A luta

O UFC não poderia ter recebido um presente melhor em seu aniversário de 20 anos.  O duelo entre GSP e Hendricks foi eletrizante e repleta de alternâncias. O campeão começou melhor, encontrando a distância, acertando bons golpes e conseguindo uma queda. Porém, rapidamente, o norte-americano conseguiu se levantar e manter a disputa na trocação. Na metade final da primeira parcial, o desafiante equilibrou a disputa e acertou os melhores golpes.

A partir do segundo assalto, Hendricks começou a mudar a história do duelo. Johny encontrou a distância e esteve perto de nocautear o campeão, mas ele preferiu atacar as pernas e colocar o St. Pierre de costas no chão.

Na terceira parcial, o duelo seguiu equilibrado na trocação, mas Hendricks derrubou o campeão mais uma vez e terminou a parcial por cima. A história se repetiu no quarto round e o desafiante esteve perto de tomar o cinturão do canadense.

Mas disposto a se manter como campeão, St. Pierre voltou com tudo no quinto round. Ele acertou dois bons golpes curtos, clinchou e derrubou Johny. O norte-americano rapidamente se levantou, mas ele não conseguiu se recuperar na parcial.

Quando o gongo soou, Johny Hendricks saiu comemorando e St. Pierre foi carregado nos ombros de seu técnico. Nas papeletas dos juízes, vitória de Georges St. Pierre na decisão dividida (48×47, 47×48, 48×47).

Parada na carreira

Ao final de sua nona defesa de título, Georges St. Pierre surpreendeu a todos e revelou que está parando sua carreira no MMA. ”Tem um monte de coisas acontecendo na minha vida agora. Eu preciso pendurar minhas luvas, eu tenho que ir embora e parar um pouco”, afirmou GSP, que não garantiu que a aposentadoria será definitiva.

Rashad nocauteia Sonnen

Rashad Evans deixou a amizade com Chael Sonnen fora do octógono. Na segunda luta mais importante da noite, o ex-campeão dos meio-pesados não tomou conhecimento do polêmico norte-americano e nocauteou o companheiro de bancada no UFC Tonight, programa do canal FOX Sports nos Estados Unidos, no primeiro round.

Assim que o duelo começou, Sonnen encurtou a distância para buscar a queda. Mas com excelente jogo de wrestling, Rashad evitou de ser derrubado e colocou Chael contra as grades. Com boa técnica no jogo de quedas, os atletas trocaram posições no clinch e quem levou a melhor foi Evans. O ex-campeão dos meio-pesados conseguiu colocar o rival de costas no solo e abriu o caminho para a vitória.

Por cima, Rashad iniciou uma sequência de socos e Chael acabou se virando de costas. O castigo continuou e como Sonnen não tinha condições de se defender, o árbitro acabou decretando nocaute técnico.

Confira abaixo os resultados completos do UFC 167:

Card principal

Georges St-Pierre derrotou Johny Hendricks na decisão dividida dos juízes.

Rashad Evans derrotou Chael Sonnen por nocaute técnico no R1;

Robbie Lawler derrotou Rory MacDoonald na decisão dividida dos juízes;

Tyron Woodley derrotou Josh Koscheck por nocaute no R1;

Ali Bagautinov derrotou Tim Elliott na decisão unânime dos juízes;

Card preliminar

Donald Cerrone finalizou Evan Dunham com um triângulo no R2;

Thales Leites derrotou Ed Herman na decisão unânime dos juízes;

Rick Story derrotou Brian Ebersole na decisão unânime dos juízes;

Erik Perez derrotou Edwin Figueroa na decisão unânime dos juízes;

Jason High derrotou Anthony Lapsley na decisão unânime dos juízes;

Sergio Pettis derrotou Will Campuzano na decisão unânime dos juízes;

Gian Villante derrotou Cody Donovan por nocaute técnico no R2;

Fonte: Superlutas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *